Daniel Filho

Carlos Mancini
Daniel Filho

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Ator, Diretor, Produtor

Ator e diretor de cinema e de televisão, é um dos fundadores e diretores artísticos da Globo Filmes. Carioca de 1937, começou no cinema como ator de O fuzileiro do amor (1955), de Eurípides Ramos, depois de passar pela companhia de teatro de revista de Walter Pinto, nos anos 50. Ainda como ator, trabalhou em filmes como Colégio de brotos (1956), de Carlos Manga; Os cafajestes (1962), de Ruy Guerra, e Boca de ouro (1962), de Nelson Pereira dos Santos. Passou a dirigir para televisão em 1964, na TV Excelsior, e em 1966 entrou para a Rede Globo, onde ajudou a criar o padrão dramatúrgico da emissora e dirigiu ou trabalhou como ator em mais de 50 novelas e minisséries. Alternou a função de diretor de filmes como Pobre príncipe encantado (1968), O impossível acontece (1968), A cama ao alcance de todos (1969), O casal (1975) e O cangaceiro trapalhão (1983), com trabalhos como ator em Os herdeiros (1970) e Chuvas de verão (1977), ambos de Carlos Diegues, e O beijo no asfalto (1980), de Bruno Barreto, entre outros. Como diretor artístico da Globo Filmes, participou da produção de dezenas de longas-metragens. Produziu e dirigiu A partilha e A dona da história (2004), adaptações das peças de Miguel Falabella e João Falcão, respectivamente. Em 2006, dirigiu Se eu fosse você, grande sucesso de público, com 3,6 milhões de espectadores. Sua continuação, Se eu fosse você 2, lançado em 2009, superou o sucesso do longa anterior e ultrapassou a marca de seis milhões de ingressos vendidos, se tornando o filme de maior público da retomada até então. Em 2010 dirigiu Chico Xavier, que se tornou um dos filmes mais bem-sucedidos do ano, com mais de três milhões de espectadores. Logo em seguida, ele dirigiu mais duas comédias e investiu em uma refilmagem de Boca de ouro (2018), uma clássica e consagrada história de Nelson Rodrigues. 

Filmografia selecionada:

Diretor
 

  • Boca de ouro (2018)
  • Sorria, você está sendo filmado - O filme (2015)
  • Confissões de adolescente (2014). Codirigido com Cris D´Amato.
  • Chico Xavier (2010)
  • Se eu fosse você 2 (2009)
  • Tempos de paz (2009)
  • O primo Basílio (2007)
  • Se eu fosse você (2006)
  • Muito gelo e dois dedos d’água (2006)
  • A dona da história (2004)
  • A partilha (2001)
  • O cangaceiro trapalhão (1983)
  • O casal (1975)
  • A cama ao alcance de todos (1969)
  • Pobre príncipe encantado (1968)
  • O impossível acontece (1968)

 

Produtor

 

  • Boca de ouro (2018), de Daniel Filho
  • É fada! (2016), de Cris D´Amato
  • O escaravelho do diabo (2016), de Carlo Milani
  • Sorria, você está sendo filmado - O filme (2015), de Daniel Filho
  • Dois filhos de Francisco, Breno Silveira. Produtor associado.
  • Cazuza – o tempo não pára, de Sandra Werneck e Walter Carvalho
  • Sexo, amor e traição (2004), de Jorge Fernando
  • Redentor (2004), Cláudio Torres
  • A dona da história (2004). Direção própria.
  • A partilha (2001). Direção própria.

 

Ator

 

  • Boca de ouro (2018), de Daniel Filho
  • Duas de mim (2017), de Cininha de Paula
  • Até que a sorte nos separe 3: A falência final (2015), de Marcelo Antunez e Roberto Santucci
  • O amuleto (2015), de Jeferson De - participação especial.
  • Eu não faço a menor ideia do que eu tô fazendo com a minha vida (2012), de Matheus Souza
  • Querido estranho (2003), de Ricardo Pinto e Silva
  • Tieta do Agreste (1996), de Carlos Diegues
  • Um trem para as estrelas (1987), de Carlos Diegues
  • Romance da empregada (1987), de Bruno Barreto
  • Espelho de carne (1984), de Antonio Carlos da Fontoura
  • Bar Esperança, o último que fecha (1983), de Hugo Carvana
  • O beijo no asfalto (1980), de Bruno Barreto
  • Chuvas de verão (1977), de Carlos Diegues
  • Os herdeiros (1970), de Carlos Diegues
  • Os cafajestes (1962), de Ruy Guerra
  • Boca de Ouro (1962), de Nelson Pereira dos Santos
  • Este Rio que eu amo (1961), de Carlos Hugo Christensen
  • Eu sou o tal (1960), de Eurípides Ramos
  • Mulheres e milhões (1960), de Jorge Ilei
  • Colégio de brotos (1956), de Carlos Manga
  • O fuzileiro do amor (1955), de Eurípides Ramos