Sérgio Machado

Cristina Costa

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Diretor, Documentarista, Roteirista

Nascido em Salvador, em 1968, formou-se em jornalismo e começou a carreira no cinema com a direção de dois documentários em vídeo: Bagunçaço e Três canções indianas, que realizou durante uma viagem de intercâmbio à Índia. Foi assistente de direção em Central do Brasil (1998), de Walter Salles, e em O primeiro dia (2000), de Walter Salles e Daniela Thomas, e foi diretor-assistente e corroteirista de Abril despedaçado (2001), de Walter Salles. Estreou na direção de longa-metragem em 2001 com o documentário Onde a Terra acaba, eleito melhor documentário no Festival do Rio e nos festivais de Havana, Cuba, e Biarritz, França. Seu primeiro longa-metragem de ficção, Cidade Baixa, foi selecionado para a mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes de 2005 e foi vencedor dos prêmios de melhor filme e melhor atriz (Alice Braga) no Festival do Rio, além de um troféu especial pela atuação dos três protagonistas no Festival de Miami. Em 2002, codirigiu com Maurício Farias, para a TV Globo, a minissérie Os pastores da noite, baseado na obra de Jorge Amado. Também roteirizou filmes como Madame Satã (2002), em parceria com Karim Aïnouz e Marcelo Gomes, entre outros.

Filmografia selecionada:

Diretor
 

  • A luta do século (2016). Prêmio de melhor documentário no Festival do Rio 2016.
  • Tudo que aprendemos juntos (2015)
  • Aqui deste lugar (2014). Codirigido com Fernando Coimbra.
  • Quincas Berro d´água (2010)
  • Cidade baixa (2005). Selecionado para a mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes de 2005. Prêmio de melhor filme e melhor atriz (Alice Braga) no Festival do Rio. Troféu especial pela atuação dos três protagonistas no Festival de Miami.
  • Onde a Terra acaba (2011). Prêmios de melhor documentário no Festival do Rio e nos festivais de Havana, Cuba, e Biarritz, França.
  • Três histórias da Bahia (2001). Um dos três episódios do longa-metragem.
  • Troca de cabeças (1993). Média-metragem.

Roteirista

  • A luta do século (2016). Em parceria com Eli Ramos. Prêmio de melhor documentário no Festival do Rio 2016.
  • Tudo que aprendemos juntos (2015)
  • A coleção invisível (2012), de Bernard Attal. Em parceria com Iziane Mascarenhas e Bernard Attal.
  • Quincas Berro d´água (2010)
  • Cidade baixa (2005)
  • Madame Satã (2002), de Karim Aïnouz
  • Três histórias da Bahia (2001). Um dos três episódios do longa-metragem.
  • Onde a Terra acaba (2001)
  • Abril despedaçado (2001), de Walter Salles

Diretor assistente

  • Abril despedaçado (2001), de Walter Salles. Também foi corroteirista.