José Padilha

Divulgação
José Padilha

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Diretor, Documentarista, Produtor, Roteirista

Diretor e produtor dos filmes Tropa de elite (2007) e Tropa de elite 2 (2010), ganhou projeção nos cenários nacional e internacional com seu primeiro longa-metragem para cinema como diretor, Ônibus 174 (2002), selecionado para o Sundance Film Festival de 2003. Formou-se em administração de empresas pela PUC-Rio e começou no cinema na JN filmes, onde trabalhou na produção de Tanga - Deu no New York Times (1987), dirigido por Henfil, e na viabilização financeira de Boca de ouro (1990), de Walter Avancini. Em 1997 fundou, com o fotógrafo e diretor Marcos Prado, a Zazen Produções, e juntos passaram a realizar seus próprios projetos de ficção e documentário. Em 2007, lançou Tropa de elite, sua primeira ficção. O filme, que foi pirateado quase dois meses antes da estreia, ganhou grande repercussão na mídia e entre a população, e estima-se que milhões de pessoas tenham assistido ao DVD pirata. Nos cinemas, o sucesso também foi indiscutível: o filme conquistou cerca de 2,4 milhões de espectadores e foi o líder do ranking nacional em 2007. Em 2008, Tropa de elite ganhou o Urso de Ouro no Festival de Berlim, começando sua carreira internacional com grande destaque, elevando Padilha à condição de um dos principais diretores do cinema nacional no mercado externo. A revista americana Variety incluiu Padilha na seleta lista de “10 directors to watch” (algo como "10 diretores para ficar de olho").

Filmografia selecionada:

Diretor
 

  • 7 dias em Entebbe (2017).
  • Rio, eu te amo (2014). Com diversos diretores. Franquia global Cities of Love, criada pelo francês residente em Xangai Emmanuel Benbihy.
  • RoboCop (RoboCop/2014). Refilmagem do filme norte-americano de Paul Verhoeven de 1987.
  • Segredos da tribo (2010). Selecionado para a mostra É tudo verdade.
  • Tropa de elite 2 (2010). Prêmio de melhor filme pelo júri oficial e voto popular, direção, ator, ator coadjuvante, direção de fotografia, roteiro original, montagem e melhor som no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2011. Prêmio ACIE de melhor filme, roteiro, ator e fotografia. Prêmios de melhor direção e melhor montagem no Festival de Havana 2011.
  • Garapa (2008). Documentário.
  • Tropa de elite (2007). Melhor filme com o troféu Urso de Ouro no Festival de Berlim. Vencedor no Grande Prêmio de Cinema Brasileiro de 2008, levando oito prêmios, incluindo o de melhor direção para José Padilha e o de melhor filme pelo júri popular.
  • Ônibus 174 (2002). Codirigido com Felipe Lacerda. Prêmios do público e da crítica no Festival do Rio de 2002. Prêmio de melhor documentário na Mostra de São Paulo. Prêmio de melhor documentário no Festival de Sundance de 2003.

Roteirista

  • Tropa de elite 2 (2010). Em parceria com Bráulio Mantovani.
  • Ônibus 174 (2002). Em parceria com Bráulio Mantovani. Prêmios do público e da crítica no Festival do Rio de 2002. Prêmio de melhor documentário na Mostra de São Paulo. Prêmio de melhor documentário no Festival de Sundance de 2003.
  • Os carvoeiros (1999), de Nigel Noble. Selecionado para o Sundance Film Festival de 2000. Prêmio de melhor documentário latino-americano no Los Angeles Latino International Film Festival, entre outros.

Produtor

  • Segredos da tribo (2010). Em parceria com Marcos Prado. Selecionado para a mostra É tudo verdade.
  • Tropa de elite 2 (2010). Em parceria com Marcos Prado.
  • Tropa de elite (2007). Em parceria com Marcos Prado. Melhor filme com o troféu Urso de Ouro no Festival de Berlim. Vencedor no Grande Prêmio de Cinema Brasileiro de 2008, levando oito prêmios, incluindo o de melhor direção para José Padilha e o de melhor filme pelo júri popular.
  • Estamira (2004), documentário escrito e dirigido por Marcos Prado
  • Os carvoeiros (1999), de Nigel Noble. Selecionado para o Sundance Film Festival de 2000. Prêmio de melhor documentário latino-americano no Los Angeles Latino International Film Festival, entre outros.