José Eduardo Belmonte

Divulgação Livia Rojas

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Diretor, Roteirista

Com mais de 25 anos de carreira e mais de 20 projetos audiovisuais no currículo, José Eduardo Belmonte nasceu em São José dos Campos, São Paulo, mas foi criado em Brasília, cidade que teve muita influência em seu trabalho. Ingressou no curso de cinema da UNB em 1988, tendo como professores Armando Bulcão e Nelson Pereira dos Santos, com quem colaborou no filme “A Terceira Margem do Rio”. O início no audiovisual foi como diretor de clipes na chamada Era MTV, tendo como parceria mais constante a banda Raimundos. Realizou seis curtas-metragens, com destaque para 5 filmes estrangeiros (1997), que ganhou o Prêmio de Melhor Filme no Festival de Brasília e o Especial do Júri em Gramado, e Tepê (1999), que ganhou os mesmos prêmios em ambos os festivais, bem como no de Vitória. Estreou como diretor de longas-metragens com o drama Subterrâneos (2003). Na sequência, A concepção (2005) foi indicado ao prêmio de Melhor Filme e conquistou o troféu de Melhor Montagem – assinada pelo próprio diretor, ao lado de Paulo Sacramento – no Festival de Brasília. Um ano depois de Meu mundo em perigo (2007), lançou o drama Se nada mais der certo (2008), premiado no Festival do Rio (Melhor Filme, Atriz e Roteiro, este último também assinado por Belmonte), no Cine Ceará (Melhor Filme e Melhor Ator) e no Festival do Cinema Brasileiro em Paris (Prêmio do Júri). Em 2012, lançou Billi Pig e O Gorila, seu primeiro suspense. Em 2014, estreou o filme de ação policial Alemão, que levou um milhão de espectadores aos cinemas e foi indicado ao Emmy Internacional de Melhor Filme/ Minissérie para TV. Assinou a direção-geral e quatro episódios da série de drama e fantasia O hipnotizador, da HBO, exibida em toda a América Latina e em algumas cidades dos EUA. Em seguida, realizou a comédia Entre idas e vindas (2017). Exerce a função de diretor artístico na TV Globo desde 2016 e esteve à frente das séries Alemão (2016) e Carcereiros, lançada em 2017, adaptada posteriormente para o formato de longa-metragem e premiada no MIPDrama Screenings do Festival de Cannes como Melhor Série Internacional de Drama. Baseado em contos urbanos de Ariano Suassuna, O auto da boa mentira foi lançado em 2021 no formato de longa-metragem e também vai virar série na emissora. Os mais recentes projetos do diretor são o longa Alemão 2 (2022), que traz no elenco Vladimir Brichta, Gabriel Leone e Leandra Leal; As Verdades (2022), estrelado por Lázaro Ramos, Bianca Bin, Drica Moraes e Thomas Aquino; e O pastor e o guerrilheiro (2022), com Johnny Massaro, César Mello, Julia Dalavia e Cássia Kis.

Filmografia:

Direção

  • Alemão 2 (2022)
  • As verdades (2022) 
  • O pastor e o guerrilheiro (2022)
  • O Auto da Boa Mentira (2021)
  • Carcereiros - O filme (2017)
  • Entre idas e vindas (2016)
  • Alemão (2014). Prêmio de Melhor Direção no Festin - Lisboa
  • Billi Pig (2012)
  • O gorila (2012)
  • 50 anos em 5 (2009). Curta-metragem.
  • Meu mundo em perigo (2007). Prêmios de Melhor (Eucir de Souza) e Melhor Ator Coadjuvante (Milhem Cortaz) no Festival de Brasília 
  • Se nada mais der certo (2008). Prêmio de Melhor Filme, Atriz (Caroline Abras) e Melhor Roteiro no Festival do Rio, Prêmio de Melhor Filme, Melhor Roteiro e Melhor Ator (Cauã Reymond) no Cine Ceará, e Prêmio do Júri no Festival do Cinema Brasileiro em Paris
  • A concepção (2005). Indicado ao prêmio de Melhor Filme no Festival de Brasília, Prêmio de Melhor Montagem e Melhor Trilha Sonora no Festival de Brasília
  • Subterrâneos (2003). Abertura do Festival de Brasília
  • Dez dias felizes (2002). Curta-metragem
  • Um trailer americano (2002). Curta-metragem
  • Tepê (1999). Curta-metragem. Melhor Filme no Festival de Brasília, Prêmio Especial do Júri no Festival de Gramado e Melhor Filme no Festival de Vitória
  • 5 filmes estrangeiros (1997). Curta-metragem. Melhor Filme no Festival de Brasília e Prêmio Especial do Júri no Festival de Gramado
  • Três (1995). Curta-metragem

Roteiro:

  • Se nada mais der certo (2008). Do próprio.

Montagem:

  • A concepção (2005). Do próprio.