Patrizia Landi

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Diretor, Produtor, Roteirista

Com formação em Radialismo, especializou-se em Produção Executiva. Deu início a sua carreira em documentário ao lado do jornalista e documentarista Nelson Hoineff, sócio-fundador da Comalt. Hoineff produziu seu primeiro longa-metragem, Hijas del Monte, sobre mulheres-soldado das Farc, filmado na Colômbia em 2010. O filme percorreu vários festivais internacionais e foi vencedor do prêmio de Melhor Documentário no Festival Mujeres en Foco na Argentina, em 2012. Na Comalt, Patrizia produziu dezenas de séries para TV (Canal Brasil, TV Brasil, Turner) e o longa Cauby - Começaria tudo outra vez (2015), de Nelson Hoineff, coproduzido pelo Canal Brasil e Globosat, lançado em circuito comercial. Em 2015, Patrizia recebe o convite para trabalhar na Babel Doc, produtora francesa de conteúdo jornalístico e documental, recém chegada no Brasil. Patrizia escreveu, dirigiu e produziu documentários para canais de TV franceses, como Arte, France Télévisions e M6; produziu o longa-metragem Sexo, pregações e política (2016), de Michel Gimenez e Aude Chevalier-Beaumel, coproduzido pelo Canal Brasil; dirigiu, roteirizou e montou, junto com Vincent Rimbaux, o documentário Ressaca (2019), vencedor dos prêmios de Melhor Direção de Documentário; Melhor Documentário - Festival do Rio 2019; Menção Especial do Júri - Prix Italia 2019; Menção Especial do Júri - "Ressaca" - FIFAC 2019; Melhor Som - Cine Ceará 2019.