Stepan Nercessian

Rogério Resende

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Ator

Ator e representante da classe, presidente reeleito em duas gestões do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Rio de Janeiro (SATED-RJ) e atual presidente do Retiro dos Artistas (RJ). Ainda adolescente, tornou-se revisor e depois repórter do jornal Cinco de Março, em Goiânia. Abandonou a cidade e os estudos aos 16 anos para atuar no filme que o revelou, Marcelo Zona Sul (1970), de Xavier de Oliveira. No ano seguinte protagonizou, com o mesmo diretor, André, cara e coragem. Iniciou sua longa carreira de ator em novelas e programas humorísticos da Rede Globo, emissora em que estreou aos 17 anos. Daí em diante, atuou mais de 50 longas-metragens, a maioria deles em papéis cômicos, diversas novelas e peças de teatro. No final dos anos 1970 dirigiu o curta-metragem Rodolfo Arena, um ator do Brasil.  Foi presidente da Fundação Astrojildo Pereira. Em 2004, elegeu-se vereador no Rio de Janeiro, sendo reeleito em 2008. Nas eleições de 2010, conquistou o mandato de deputado federal representando o Rio de Janeiro. 

Filmografia selecionada:

  • Chacrinha - o velho guerreiro (2018), de Andrucha Waddington 
  • Filhos de Bach (2017), de Cacau Rhoden.
  • Sob pressão (2016), de Andrucha Waddington. Prêmio de melhor ator coadjuvante no Festival do Rio.
  • Trash - A esperança vem do lixo (2014), de Stephen Daldry e Christian Duurvoort
  • Júlio sumiu (2014), de Roberto Berliner
  • Os penetras (2012), de Andrucha Waddington
  • Chega de saudade (2007), de Laís Bodanzky
  • Podecrer! (2007), de Arthur Fontes
  • O maior amor do mundo (2006), de Carlos Diegues
  • Mulheres do Brasil (2006), de Malu de Martino
  • Deus é brasileiro (2003), de Carlos Diegues
  • Memórias póstumas (2001), de André Klotzel
  • Orfeu (2000), de Carlos Diegues
  • Doces poderes (1996), de Lúcia Murat
  • Césio 137, o pesadelo de Goiânia (1990), de Roberto Pires
  • Beijo na boca (1981), de Paulo Sérgio Almeida
  • Barra pesada (1977), de Reginaldo Faria
  • Lúcio Flávio, o passageiro da agonia (1977), de Hector Babenco
  • Rainha diaba (1975). de Antonio Carlos da Fontoura
  • Xica da Silva (1975), de Carlos Diegues
  • Quem tem medo de lobisomem (1975), de Carlos Diegues
  • Amante muito louca (1973), de Denoy de Oliveira. Prêmio de melhor ator no Festival de San Sebastian (Espanha) e no Festival de Gramado.
  • Pra quem fica, tchau (1970), de Reginaldo Faria
  • André, cara e coragem (1970), de Xavier de Oliveira
  • Marcelo Zona Sul (1970), de Xavier de Oliveira