Flávio Bauraqui

x

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Ator

Nascido em 1966 em Santa Maria, Rio Grande do Sul, considera-se um autodidata porque construiu sua carreira antes de estudar interpretação, canto e dança. Desde que chegou ao Rio, trabalhou em cerca de 30 peças, entre eles, o musical Elis, estrela do Brasil, dirigida por Diogo Villela, e Obrigado, Cartola!, dirigida por Vicente Maiolino, na qual interpretou o papel-título. No cinema, estreou no filme Madame Satã (2002), de Karim Aïnouz. Em 2004, atuou em Quase dois irmãos, de Lúcia Murat, que lhe valeu o prêmio de melhor ator do Festival do Rio.

Filmografia selecionada:

  • Faroeste caboclo (2013), de René Sampaio
  • Quincas Berro d´água (2010), de Sérgio Machado
  • Sobre ruínas, de Vinicius Reis
  • O senhor do labirinto (2010), de Geraldo Motta
  • Maré, nossa história de amor (2007), de Lúcia Murat
  • Mutum (2007), de Sandra Kogut
  • Meu nome não é Johnny (2007), de Mauro Lima
  • Zuzu Angel (2006), de Sergio Rezende
  • O cheiro do ralo (2006), de Heitor Dhalia
  • Os 12 trabalhos (2006), de Ricardo Elias. Prêmio de melhor ator coadjuvante no Festival de Recife de 2007.
  • O céu de Suely (2006), de Karim Ainouz
  • Cafundó (2005), Paulo Betti e Clóvis Bueno
  • Achados e Perdidos (2005), de José Joffily
  • Noel, o poeta da Vila (2005), de Ricardo Van Steen
  • Quase dois irmãos (2004), de Lúcia Murat. Prêmio de melhor ator no Festival do Rio.