Joel Zito Araújo

Divulgação

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Diretor, Documentarista

Cineasta, pesquisador, escritor e roteirista, nasceu na cidade de Nanuque (MG), em 1954. Formou-se em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Arte da USP e fez pós-doutorado no departamento de rádio, TV e cinema e no departamento de antropologia da University of Texas, em Austin, nos Estados Unidos. Começou a carreira dirigindo documentários de curta e média-metragem que mantinham o foco nos problemas da sociedade brasileira. Em 1999, finalizou seu primeiro longa, também um documentário, O efêmero estado, União de Jeová, sobre Udelino de Matos, um homem que, nos anos 1950, tentou formar um estado camponês com a população de maioria negra no norte do Espírito Santo. Dois anos depois, lançou A negação do Brasil, sobre a trajetória do personagem negro nas novelas brasileiras, com impressionante trabalho de pesquisa que deu origem a um livro homônimo. Foi escolhido melhor filme brasileiro do É Tudo Verdade daquele ano, tendo sido também selecionado para vários festivais internacionais. Em 2004, finalizou seu primeiro longa-metragem de ficção, Filhas do vento, que ganhou oito prêmios no festival de Gramado, entre eles, melhor filme segundo a crítica, melhor diretor, ator e atriz. Na mostra de cinema de Tiradentes, foi escolhido melhor filme pelo público e participou ainda de festivais na Índia, na França, na África do Sul e em Camarões.

Filmografia Selecionada

Diretor

  • Raça (2012)
  • Cinderelas, lobos e um príncipe encantado (2009). Menção honrosa no Festival Internacional de Cinema de Brasília, 2008. Prêmios de melhor filme e melhor diretor, por votação do público, no 9ª Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe. Prêmios de melhor longa-metragem e melhor documentário do III Bahia Afro Film Festival, 2010.
  • As filhas do vento (2004). Prêmios de melhor filme (júri da crítica), melhor diretor; melhor ator (Milton Gonçalves); melhor Atriz (Ruth de Souza e Lea Garcia); melhor ator coadjuvante (Rocco Pitanga); melhor atriz coadjuvante (Taís Araújo e Thalma de Freitas). Prêmio de melhor filme pelo júri popular da Mostra de Cinema de Tiradentes, 2005.
  • Vista a minha pele (2003). Curta-metragem
  • A negação do Brasil (2000). Prêmio de melhor filme do É Tudo Verdade de 2001. Prêmio de melhor roteiro de documentário no 5º Festival de Cinema de Recife em 2001.
  • A exceção e a regra (1997). Média-metragem.
  • Ondas brancas nas pupilas negras (1995). Média-metragem.
  • Eu, mulher negra (1994). Média-metragem.
  • Retrato em preto e branco (1993). Média-metragem.
  • Almerinda, uma mulher de trinta (1991). Média-metragem.
  • São Paulo abraça Mandela (1991). Média-metragem.
  • Alma negra da cidade (1990). Média-metragem.
  • Memórias de classe (1989). Média-metragem. Prêmio de melhor roteiro no Festival Ford/Anpocs, 1989.

Roteirista

  • Cinderelas, lobos e um príncipe encantado (2009). Menção honrosa no Festival Internacional de Cinema de Brasília, 2008. Prêmios de melhor filme e melhor diretor, por votação do público, no 9ª Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe. Prêmios de melhor longa-metragem e melhor documentário do III Bahia Afro Film Festival, 2010.
  • As filhas do vento (2004). Prêmios de melhor filme (júri da crítica), melhor diretor; melhor ator (Milton Gonçalves); melhor Atriz (Ruth de Souza e Lea Garcia); melhor ator coadjuvante (Rocco Pitanga); melhor atriz coadjuvante (Taís Araújo e Thalma de Freitas). Prêmio de melhor filme pelo júri popular da Mostra de Cinema de Tiradentes, 2005.
  • A negação do Brasil (2000). Prêmio de melhor filme do É Tudo Verdade de 2001. Prêmio de melhor roteiro de documentário no 5º Festival de Cinema de Recife em 2001.
  • Memórias de classe (1989). Média-metragem. Prêmio de melhor roteiro no Festival Ford/Anpocs, 1989.