Aramis Trindade

Arquivo pessoal
Aramis Trindade

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Ator

Ator nascido em Recife em 1965, tem uma longa carreira no teatro, onde começou em 1977. Trabalhou em montagens de Ariano Suassuna, Dias Gomes e Molière, entre muitos outros. Sua estreia no cinema se deu com o curta-metragem O bandido da sétima luz (1986), de Paulo Caldas. Fez ainda, entre outros, os curtas O crime da imagem (1990), de Lírio Ferreira, e Texas hotel (1999), de Cláudio Assis. Na televisão, fez participações em várias séries, entre elas Mulher, Carga pesada e A diarista. Voltou a trabalhar com Lírio Ferreira e Paulo Caldas no longa Baile perfumado (1997), pelo qual ganhou o Candango de melhor ator coadjuvante no festival de Brasília. Desde então, não parou mais de trabalhar com cinema, atuando em vários longas nacionais.

Filmografia selecionada:
 

  • A última chance (2017), de Paulo Thiago
  • Sorria, você está sendo filmado - O filme (2015), de Daniel Filho
  • Mato sem cachorro (2013), de Pedro Amorim
  • O concurso (2013), de Pedro Vasconcelos
  • Meus dois amores(2013), de Luiz Henrique Rios
  • Gonzaga, de pai pra filho (2012), de Breno Silveira
  • Giovani Improta (2012), de José Wilker
  • Billi Pig (2012), de José Eduardo Belmonte
  • Uma professora muito maluquinha (2011), de César Rodrigues e André Alves Pinto
  • Cilada.com (2011), de José Alvarenga Jr.
  • Reflexões de um liquidificador (2010), de André Klotzel
  • Elvis e Madona (2010), de Marcelo Laffitte
  • Zuzu Angel (2006), de Sérgio Rezende
  • Árido movie (2005), de Lírio Ferreira
  • A máquina (2005), de João Falcão
  • Espelho d’água – Uma viagem pelo rio São Francisco (2004), de Marcus Vinícius Cezar
  • Onde anda você (2003), de Sérgio Rezende
  • Lisbela e o prisioneiro (2003), de Guel Arraes
  • Didi, o cupido trapalhão (2003), de Paulo Aragão e Alexandre Boury
  • O auto da compadecida (1999), de Guel Arraes
  • Baile perfumado (1997), de Lírio Ferreira e Paulo Caldas. Prêmio de melhor ator coadjuvante no festival de Brasília.