Leandra Leal

Divulgação
Leandra Leal

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Atriz, Diretor, Produtor

Atriz carioca nascida em 1982, passou pelo Teatro Tablado e teve na mãe, a atriz Ângela Leal, uma grande escola. Estreou no cinema aos 14 anos, sob a direção de Walter Lima Jr., como a protagonista de A ostra e o vento (1997), selecionado para representar o Brasil no Festival de Veneza. Ganhou vários prêmios por seu desempenho neste filme, entre eles o de melhor atriz no Festival de Biarritz, França. Atua ainda em novelas, minisséries e especiais para a Rede Globo.

Filmografia selecionada:

Direção

  • Divinas Divas (2016). Prêmio do público de melhor documentário no Festival do Rio. 
  • Aquele abraço (2014). Codirigido com Carol Benjamin e Rita Toledo. Curta-metragem. 

Atriz

  • Bingo - o rei das manhãs (2017), de Daniel Rezende
  • O rastro (2016), de J.C. Feyer
  • La vingança (2016), de Fernando Fraiha
  • Chatô: O rei do Brasil (2015), de Guilherme Fontes
  • O fim de uma era (2015), de Bruno Safadi
  • Love Film Festival (2014), de Manuela Dias
  • O uivo da gaita (2013), de Bruno Safadi
  • O Rio nos pertence (2013), de Ricardo Pretti
  • Mato sem cachorro (2013), de Pedro Amorim
  • O lobo atrás da porta (2013), de Fernando Coimbra. Prêmio de melhor atriz no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2015.
  • Bonitinha, mas ordinária (2013), de Moacyr Góes. Prêmio de melhor atriz no FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, em Lisboa.
  • Éden (2012), de Bruno Safadi. Prêmio de melhor atriz na Première Brasil do Festival do Rio 2012 e no Festival de Gramado de 2013.
  • Estamos juntos (2011), de Toni Venturi. Prêmio de melhor atriz do XV Cine PE.
  • Boca (2010), de Flavio Frederico. Prêmio de melhor atriz coadjuvante no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. 
  • Insolação (2009), de Felipe Hirsch e Daniela Thomas
  • My favourite things ou liberdade (2009), de Estrela Straus. Curta-metragem. 
  • Se nada mais der certo (2008), de José Eduardo Belmonte
  • Nome próprio (2007), de Murilo Salles. Prêmio de melhor atriz no Festival de Gramado 2008, melhor atriz no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, concedido pela Academia Brasileira de Cinema, em 2009.
  • Zuzu Angel (2006), de Sérgio Rezende
  • Cazuza - o tempo não pára (2004), de Sandra Werneck e Walter Carvalho
  • O homem que copiava (2003), de Jorge Furtado
  • Dias de Nietzsche em Turim (2001), de Júlio Bressane
  • O viajante (1998), de Paulo Cezar Saraceni
  • O maior (1998), de Luís Fernando Petzhold. Curta-metragem. 
  • A ostra e o vento (1997), de Walter Lima Jr. Prêmio de melhor atriz no Festival de Biarritz (França).

Produtora

  • As mil mulheres (2018), de Carol Benjamin e Rita Toledo
  • Fico te devendo uma carta sobre o Brasil (2018), de Carol Benjamin
  • Capoeira, um passo a dois (2017), de Jorge Itapuã
  • Divinas divas (2016)
  • O fim de uma era (2014)
  • O rio nos pertence (2013)
  • O uivo da gaita (2013)