Lina Chamie

Carlos Mancini

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Diretor, Roteirista

Cineasta paulista nascida em 1962, estreou na direção de longa-metragem com Tônica dominante (2001), um filme de tom poético em que a música é o tema central. Ao lado de nomes como Eliane Caffé, Tata Amaral e Laís Bodanzky, faz parte de um grupo de realizadoras surgidas nos anos 1990. É filha do escritor e poeta Mário Chamie, e estudou música e filosofia na Universidade de Nova York (NYU). Fez mestrado na Manhattan School of Music e trabalhou no departamento de cinema da NYU. Seu segundo longa-metragem, AVia Láctea (2007), foi exibido também na Semana Internacional da Crítica do Festival de Cannes 2007 e conquistou o Prêmio Casa de América no Cine en construcción San Sebastián 2006. Passou a intercalar projetos de documentário com ficção. 

Filmografia selecionada:
 

  • Dorina: Olhar para o mundo (2016). Telefilme. 
  • São Silvestre (2013). Prêmio de melhor documentário pela APCA. 
  • Os amigos (2013). 
  • Santos, 100 anos de futebol arte (2012)
  • São Silvestre (2011). Curta-metragem. 
  • O menino grapiúna (2011). Telefilme. 
  • A Via Láctea (2007). Selecionado para Semana Internacional da Crítica do Festival de Cannes 2007. Prêmio Casa de América no Cine en construcción San Sebastián 2006.
  • Tônica dominante (2001)
  • Eu sei que você sabe (1995). Curta-metragem. Prêmio de melhor fotografia no Festival de Brasília.

Roteirista

  • Dorina: Olhar para o mundo (2016). Telefilme. Em parceria com Martha Nowill. 
  • São Silvestre (2013)
  • Os amigos (2013). Em parceria com Dani Patarra. 
  • Santos, 100 anos de futebol arte (2012)
  • São Silvestre (2011). Curta-metragem. 
  • A Via Láctea (2007). Em parceria com Aleksei Abib. 
  • Tônica dominante (2001)
  • Eu sei que você sabe (1995). Curta-metragem. Prêmio de melhor fotografia no Festival de Brasília.