Eduardo Escorel

Marco Rodrigues

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Diretor, Documentarista, Montador

Cineasta e montador, começou a trabalhar no meio cinematográfico aos 20 anos, como assistente de direção de Joaquim Pedro de Andrade em O padre e a moça (1965). No ano seguinte, dirigiu com Júlio Bressane o documentário Bethânia bem de perto. Nascido em São Paulo, em 1945, mudou-se para o Rio de Janeiro nos anos 60, onde fez o curso de cinema promovido pela UNESCO e o Itamaraty e ministrado por Arne Sucksdorff em 1962, e graduou-se em ciências políticas e sociais na PUC. Como montador, atuou em diversos filmes de diferentes diretores e estilos, desde Joaquim Pedro de Andrade, Glauber Rocha e Leo Hirszman e Eduardo Coutinho e José Joffily. Em 1969, dirigiu o documentário de curta-metragem Visão de Juazeiro, e em 1976, fez seu primeiro longa, Lição de amor. Na década de 90, dedicou-se à realização de documentários, com destaque para os filmes de uma trilogia histórica: 1930 - Tempo de revolução (1990), 32 - A guerra civil (1993) e 35 - O assalto ao poder (2002). Formou parceria com João Moreira Salles na montagem de seus longas, Santiago e No intenso agora

Filmografia selecionada:

Montador
 

  • A fera na selva (2017), de Paulo Betti, Eliane Giardini e Lauro Escorel
  • No intenso agora (2017), de João Moreira Salles.
  • Santiago (2007), de João Moreira Salles. Prêmio ABC da Associação Brasileira de Cinematografia.
  • Achados e perdidos (2005), de José Joffily
  • Dois perdidos numa noite suja (2002), de José Joffily. Prêmio de melhor montagem no Festival de Gramado.
  • O chamado de Deus (2000), de José Joffily. Prêmio de melhor montagem no Festival de Brasília. 
  • Cabra marcado para morrer (1984), de Eduardo Coutinho
  • Eles não usam black tie (1981), de Leon Hirszman
  • Guerra conjugal (1974), de Joaquim Pedro de Andrade. Prêmio de melhor montagem no Festival de Brasília. 
  • Os inconfidentes (1971), de Joaquim Pedro de Andrade
  • São Bernardo (1971), de Leon Hirszman
  • Der Leone Have Sept Cabeças (1970), de Glauber Rocha
  • Cabeças cortadas (1970), de Glauber Rocha
  • Macunaíma (1969), de Joaquim Pedro de Andrade
  • O dragão da maldade contra o santo guerreiro (1969), de Glauber Rocha
  • Terra em transe (1966), de Glauber Rocha
  • Diretor
  •  

  • 1937-1945: Imagens do Estado Novo (2018)
  • Paulo Moura – Alma brasileira (2013)
  • O tempo e o lugar (2008)
  • Deixa que eu falo (2007)
  • Vocação do poder (2005). Em parceria com José Joffily.
  • 35 - O assalto ao poder (2002)
  • 32 - A guerra civil (1993)
  • 1930 - Tempo de revolução (1990)
  • O cavalinho azul (1984)
  • Ato de violência (1980). Prêmio de melhor direção e roteiro no Festival de Brasília. 
  • Lição de amor (1976). Prêmio de melhor direção no Festival de Gramado.
  • Visão de Juazeiro (1969). Curta-metragem.