Dira Paes

Divulgação
Dira Paes

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Atriz

Atriz paraense nascida em 1968, começou a trabalhar para cinema na produção internacional Floresta das esmeraldas (The Emerald Forest / 1985), de John Boorman. Em seguida, fez Ele, o boto (1986), de Walter Lima Junior. Foi idealizadora  do FESTCINEBELEM: Festival de Belém do Cinema Brasileiro, em parceria com o produtor Emanuel Freitas, que durou entre 2004 e 2010. Atuou em diversos filmes nacionais, em papéis muito diferentes entre si, como em Corisco & Dada (1996), do cearense Rosemberg Cariry, pelo qual ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival de Brasília, e em Anahy de las Misiones (1997), do gaúcho Sérgio Silva, pelo qual ganhou o prêmio de melhor atriz coadjuvante, também no Festival de Brasília. Teve papel de destaque no longa Dois filhos de Francisco, de Breno Silveira – filme mais visto de 2005, com mais de cinco milhões de ingressos vendidos – , e em Amarelo manga, (2002), do pernambucano Claudio Assis, papel que lhe rendeu mais um prêmio de melhor atriz, desta vez no Festival de Fortaleza. Na TV, foi protagonista do seriado A diarista (2003-2007), na Rede Globo, fazendo um papel cômico e de sucesso de público. É uma das mais premiadas atrizes brasileiras em atividade no cinema, com papeis de destaque tanto em curtas quanto longas-metragens. 

Filmografia selecionada:

Dubladora

  • Lino: O filme (2017), de Rafael Ribas

Narradora

  • Arpilleras: Atingidas por barragens bordando a resistência (2017), de Adriane Canan

Atriz

  • Divino amor (2019), de Gabriel Mascaro
  • Veneza (2019), de Miguel Falabella
  • Beyond the gate (2017), de Annie Pace. Curta-metragem. 
  • On guard - estado de alerta (2017), de André Mattos. Curta-metragem.
  • Redemoinho (2016), de José Luiz Villamarim
  • Mulheres no poder (2015), de Gustavo Acioli
  • Órfãos do Eldorado (2015), de Guilherme Coelho
  • Mulheres no poder  (2015), de Gustavo Acioli
  • O segredo dos diamantes (2014), de Helvécio Ratton
  • Os amigos (2013), de Lina Chamie
  • À beira do caminho (2012), de Breno Silveira. Prêmio de melhor atriz no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. 
  • E aí, comeu? (2012), de Felipe Joffily
  • Sudoeste (2011), de Eduardo Nunes
  • Matinta (2010), de Fernando Segtowick. Curta-metragem. Prêmio de melhor atriz no Festival de Brasília. 
  • Ribeirinhos do asfalto (2010), de Jorane Castro. Curta-metragem. Prêmio de melhor atriz no Festival de Gramado. 
  • A festa da menina morta (2008), de Matheus Nachtergaele
  • A grande família, o filme (2007), de Maurício Farias
  • Baixio das Bestas (2007), de Cláudio Assis. Prêmio de melhor atriz coadjuvante no Festival de Brasília. 
  • Ó paí, ó (2007), de Monique Gardenberg
  • Mulheres do Brasil (2006), de Malu de Martino
  • Incuráveis (2006), de Gustavo Acioli
  • Dois filhos de Francisco (2005), de Breno Silveira
  • Meu tio matou um cara, (2004), de Jorge Furtado
  • Noite de São João (2003), de Sérgio Silva. Prêmio de melhor atriz coadjuvante no Festival de Gramado.
  • Celeste & Estrela (2002), de Betse de Paula
  • Lua Cambará - (2002), de Rosemberg Cariry
  • Nas escadarias do palácio (2002), de Rosemberg Cariry
  • Amarelo manga (2002), de Cláudio Assis. Prêmio de melhor atriz no Festival de Fortaleza. Prêmio especial do júri no Festival de Brasília. 
  • O Casamento de Louise (2001), de Betse de Paula. Prêmio de melhor atriz no Festival de Cuiabá. 
  • Cronicamente inviável (2000), de Sérgio Bianchi
  • Castro Alves, retrato falado do poeta (1998), de Sílvio Tendler
  • Anahy de las Misiones (1997), de Sérgio Silva. Prêmio de melhor atriz coadjuvante no Festival de Brasília.
  • Corisco & Dada (1996), de Rosemberg Cariry. Prêmio de melhor atriz no Festival de Brasília.
  • Ele, o boto (1986), de Walter Lima Junior
  • Floresta das esmeraldas (The Emerald Forest / 1985), de John Boorman