Andréa Beltrão

Marcos Nunes TV Globo
Andrea Beltrão

Ajude-nos a atualizar seu perfil.
Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br

Atividade: 
Atriz

Atriz que ganhou projeção nacional nos anos 80, tornando-se um reconhecido nome de sua geração, principalmente por seus trabalhos para televisão. Carioca nascida em 1963, destacou-se inicialmente como atriz de teatro, com passagens pelo Tablado e peIo grupo Manhas e Manias. Estreou no cinema com a comédia juvenil Garota dourada (1982), de Antônio Calmon. Atuou em importantes produções nacionais como Pequeno dicionário amoroso (1996), de Sandra Werneck, A partilha (2001), de Daniel Filho e Cazuza – O tempo não pára(2004), de Sandra Werneck e Walter Carvalho, pelo qual foi indicada ao Grande Prêmio TAM de melhor atriz coadjuvante. Na televisão, marcou época com o personagem Zelda da série Armação ilimitada (1976), na TV Globo, além da atuação em outros programas e novelas da mesma emissora. A partir de 2001, entrou para o elenco fixo do programa A grande família, também da TV Globo, que deu origem ao longa-metragem homônimo lançado em 2007 e do qual também participou.

Filmografia selecionada:
 

  • Albatroz (2017), de Daniel Augusto
  • Sob pressão (2016), de Andrucha Waddington.
  • Em três atos (2015), de Lúcia Murat
  • Chatô (2015), de Guilherme Fontes
  • Pequeno dicionário amoroso 2 (2015), de Sandra Werneck e Mauro Farias.
  • Giovanni Improtta (2013), de José Wilker
  • O bem amado (2010), de Guel Arraes
  • Verônica (2009), de Maurício Farias
  • Salve geral (2008), de Sérgio Rezende
  • Romance (2008), de Guel Arraes
  • Jogo de Cena(2007), Eduardo Coutinho
  • A grande família – O filme (2007), de Maurício Farias
  • O coronel e o lobisomem (2005), de Maurício Farias
  • Cazuza – O tempo não pára (2004), de Sandra Werneck e Walter Carvalho
  • A partilha (2001), de Daniel Filho
  • Pequeno dicionário amoroso (1996), de Sandra Werneck
  • Vai trabalhar, vagabundo II ­ A volta (1991), de Hugo Carvana
  • O escorpião escarlate (1991), de Ivan Cardoso
  • Minas, Texas (1989), de Carlos Alberto Prates Correia. Prêmio de melhor atriz no Festival de Brasília.
  • A cor do seu destino(1986), de Jorge Durán
  • As sete vampiras (1986), de Ivan Cardoso
  • Rock estrela (1985), ambos de Lael Rodrigues
  • Bete Balanço (1984), de Lael Rodrigues
  • Garota dourada (1982), de Antônio Calmon