Ajude-nos a atualizar o seu perfil. Envie suas informações para quemequem@filmeb.com.br
Roberto Berliner

    Carioca, nascido em 1957, foi ator e diretor de teatro e formou-se em jornalismo pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Trabalhou por três anos no centro de documentação da TV Globo (1980-83) e em 1982 abriu a produtora Antevê. Um ano depois, editou o vídeo Ovídio, de Joaquim Pedro de Andrade. Em 1986, foi diretor de produção de Com licença, eu vou à luta (1986), de Lui Farias. De volta à TV Globo, dirigiu o programa semanal de sucesso Juba e Lula. Dirigiu muitos videoclipes premiados, de artistas como Paralamas do Sucesso, Skank, Lenine, Lobão, Pedro Luís e a Parede, Lulu Santos, Ney Matogrosso e Gabriel O Pensador. Em 1992, assumiu a direção da TVZero, produtora de longas, curtas, videoclipes e filmes publicitários, onde está até hoje. Entre 1996 e 1997, dirigiu a série Free jazz, sobre diferentes tendências musicais no mundo. Em 1997, iniciou o projeto Som da rua, uma série de 50 mini-documentários sobre músicos de rua. Iniciou também a preparação de A Senhora das imagens, seu primeiro longa de ficção, baseado na vida da Dra. Nise da Silveira.

    Filmografia selecionada:

    Diretor

  • A farra do circo (2013). Codirigido com Pedro Bronz.
  • Julio sumiu (2013)
  • Pindorama – a verdadeira história dos sete anões (2007). Documentário codirigido com Lula Queiroga e Leo Crivellare.
  • Herbert de perto (2006). Documentário codirigido com Pedro Bronz.
  • A pessoa é para o que nasce (2005). Documentário de longa-metragem. Vencedor do prêmio de melhor filme no Cine Ceará.
  • A pessoa é para o que nasce (1998), documentário de curta-metragem. Vencedor de vários prêmios nacionais (É Tudo Verdade, Festival do Recife, Festival do Rio) e internacionais (Bilbao, São Francisco).
  • Todos os corações do mundo (1994). Codirigido com Murillo Salles.
  • God For All (1993)
  • Angola (1988)

  • Produtor

  • Bruna Surfistinha (2011), de Marcus Baldini

  • Diretor de produção

  • Com licença, eu vou à luta (1986), de Lui Farias